domingo, 6 de Junho de 2010

Hino da Mocidade Portuguesa



Neste vídeo podemos ouvir o Hino da Mocidade Portuguesa.

sábado, 5 de Junho de 2010

A Sala de Aula

Para sabermos mais sobre o espaço onde os alunos aprendiam entrevistei um antigo aluno do Estado Novo sobre como era a sua sala de aula.

P.: Lembra-se de como era a sua sala de aula no tempo em que era aluno?

R.: Sim, lembro-me muito bem.

P.: Podia-me descreve-la?

R.: Era uma sala pequena. Nas parede havia um crucifixo em cima da mesa da senhora professora. Lembro-me também que na parede também estavam afixados o retrato de Salazar e do Presidente da República Óscar Carmona. Existia também na parede mapas de Portugal com os rios e montanhas... Lembro-me que quando um desses mapas se rasgava, a "moldura" dele era aproveitada para bater nos alunos quando estes se portassem mal.
Nós os alunos escrevíamos em carteiras de 2 pessoas. Na altura ainda tinham um sítio onde colocar os tinteiros e eu lembro-me de andar à bulha com os meus amigos e de entornar-mos a tinta toda... Depois é claro a sra. professora castigava-nos severamente.

A Lição de Salazar (7)

Este último cartaz da série, “Deus, Pátria, Família: a Trilogia da Educação Nacional” é uma esplêndida síntese da pedagogia e moral Salazaristas.

A imagem revela o lar perfeito, rústico, humilde, analfabeto, patriarcal e cristão. É a apologia da saudável e simples vida do campo, por oposição aos vícios gerados pela vida urbana. Lar simples, aconchegado, sem água nem electricidade, sem um jornal ou aparelho de rádio, nada que faça lembrar a indústria, a modernidade.
A mulher que, submissa, cumpre a sua missão de esposa e mãe; o pai, chefe de família, que chega do campo onde labuta para angariar o sustento da casa; o crucifixo, o pão e o vinho sobre a mesa, fazendo lembrar o sacrifício da missa; os filhos que, reverentemente saúdam o pai, ali o Chefe; ao fundo, o castelo com a bandeira nacional revela a gloriosa história da Pátria assim como o facto que o jovem rapaz tem vestido que faz parte da indumentária utilizada na Mocidade Portuguesa.

A Lição de Salazar (6)

Este cartaz mostra-nos no canto esquerdo uma imagem cinzenta que representa Portugal na época da 1ª República, nela podemos observar que Portugal estava mal apetrechado a nível marítimo e existiam poucos portos para os navios atracarem.

Na imagem maior podemos observar um navio grande e moderno que nos quer mostrar que Portugal evoluiu a nível marítimo e também no que se refere aos portos de navegação podemos ver que aumentaram em número, tamanho e apresentam infra-estruturas mais modernas e mais seguras graças a Salazar. Também podemos observar que nesta foto tudo aparece organizado e colorido.
Sendo o principal objectivo deste cartaz mostrar que o tempo da 1ª República foi uma mancha negra na história de Portugal e que graças a Salazar isso desapareceu.
Estes cartazes servem também para conquistar a população (neste caso os mais novos) e para mostrar o quanto a Ditadura de Salazar era boa tanto para o país, como para a população.

A Lição de Salazar (5)

Este cartaz mostra-nos no canto esquerdo uma imagem cinzenta que representa Portugal na época da 1ª República, nela podemos observar que Portugal estava mal apetrechado a nível de armamento.

Na imagem maior podemos observar uma frota grande e moderna de navios de guerra que nos quer mostrar que Portugal evoluiu a nível de armamento graças a Salazar. Também podemos observar que nesta foto tudo aparece organizado e colorido.
Sendo o principal objectivo deste cartaz mostrar que o tempo da 1ª República foi uma mancha negra na história de Portugal e que graças a Salazar isso desapareceu.
Estes cartazes servem também para conquistar a população (neste caso os mais novos) e para mostrar o quanto a Ditadura de Salazar era boa tanto para o país, como para a população.

A Lição de Salazar (4)

Este cartaz mostra-nos no canto esquerdo uma imagem cinzenta, triste e principalmente pobre que representa Portugal na época da 1ª República , nela podemos observar uma aldeia antiga, pequena, com poucas condições e onde os seus habitantes vivem pobremente.

Na imagem maior podemos observar uma aldeia recente, grande, com as condições necessárias e onde os seus habitantes vivem em harmonia e com as condições que precisam. Querendo-nos mostrar também que a qualidade de vida em Portugal melhorou graças a Salazar. Também podemos observar que nesta foto tudo aparece organizado e colorido.
Sendo o principal objectivo deste cartaz mostrar que o tempo da 1ª República foi uma mancha negra na história de Portugal e que graças a Salazar isso desapareceu.
Estes cartazes servem também para conquistar a população (neste caso os mais novos) e para mostrar o quanto a Ditadura de Salazar era boa tanto para o país, como para a população.

A Lição de Salazar (3)

Este cartaz mostra-nos no canto esquerdo uma imagem cinzenta que representa Portugal na época da 1ª República, nela podemos observar uma escola antiga, pequena e com poucas condições.

Na imagem maior podemos observar uma escola grande, moderna e com muitos alunos, querendo-nos mostrar que o ensino em Portugal melhorou e que graças a Salazar pertence a todos. Também podemos observar que nesta foto tudo aparece organizado e colorido.
Sendo o principal objectivo deste cartaz mostrar que o tempo da 1ª República foi uma mancha negra na história de Portugal e que graças a Salazar isso desapareceu.
Estes cartazes servem também para conquistar a população (neste caso os mais novos) e para mostrar o quanto a Ditadura de Salazar era boa tanto para o país, como para a população.

A Lição de Salazar (2)

Este cartaz mostra-nos no canto esquerdo uma imagem cinzenta que representa Portugal na época da 1ª República, nela podemos ver agricultores a utilizar técnicas rudimentares de agricultura e meios de transporte pouco desenvolvidos.

Na imagem maior podemos ver a estradas e meios de transporte mais sofisticados, querendo-nos mostrar que a qualidade de vida em Portugal melhorou e tudo isto foi obra de Salazar. Também podemos observar que nesta foto tudo aparece organizado, colorido e moderno.
Sendo o principal objectivo deste cartaz mostrar que o tempo da 1ª República foi uma mancha negra na história de Portugal e que graças a Salazar isso desapareceu.
Estes cartazes servem também para conquistar a população (neste caso os mais novos) e para mostrar o quanto a Ditadura de Salazar era boa tanto para o país, como para a população.

A Lição de Salazar (1)

Este primeiro cartaz mostra-nos no canto esquerdo uma imagem cinzenta que representa Portugal na época da 1ª República, nela podemos observar uma máquina de dinheiro que está a atirar dinheiro (neste caso representa a riqueza do Estado), mostrando que este está a ser mal aproveitado e esbanjado.
Na imagem maior podemos ver a riqueza de Portugal organizada em bem aproveitada, querendo-nos mostrar que tudo isto foi obra de Salazar. Também podemos observar que nesta foto tudo aparece organizado, colorido e moderno.
Sendo o principal objectivo deste cartaz mostrar que o tempo da 1ª República foi uma mancha negra na história de Portugal e que graças a Salazar isso desapareceu.
Estes cartazes servem também para conquistar a população (neste caso os mais novos) e para mostrar o quanto a Ditadura de Salazar era boa tanto para o país, como para a população.
.

A Lição de Salazar


Para assinalar os dez anos de governo de Salazar, é editada, em 1938, uma série de sete cartazes intitulada “A Lição de Salazar”.
Estes cartazes foram distribuídos por todas as escolas primárias do país.Fa
ziam parte de uma estratégia de impor os valores do Estado Novo, destinando-se a glorificar a obra feita até então pelo ditador, desde o campo económico-financeiro às obras públicas. Durante muitos anos, estes cartazes didácticos foram utilizados com forma de transmitir uma ideia central: a superioridade de um Estado forte e autoritário sobre os regimes demoliberais.

quinta-feira, 3 de Junho de 2010

quarta-feira, 2 de Junho de 2010

Hino da Legião Portuguesa


A Legião Portuguesa tinha um hino, escrito por José Gonçalves Lobo em 1937.

Este hino enunciava os seus princípios e objectivos e continha palavras de enaltecimento a Salazar:

Nós teremos que vencer
Nada temos a temer
Da invasão comunista.
Já existe a Legião,
Ao vento solta o pendão,
Dá combate ao anarquista.

Não voltamos ao passado,
Acabou o revoltado,
Disso temos a certeza;

E mais tranquilos andamos
Porque todos confiamos
Na Legião Portuguesa.

Reparai no seu marchar,
Os braços a oscilar,
Elevando a mão ao peito.

Garbosos e aprumados,
São verdadeiros soldados
da ordem e do respeito.

Ele é um soldado unido,
Quer na paz ou quer no perigo,
O seu lema é avançar.

Respeita o seu comandante,
Gritando sempre: Avante!
Por Salazar! Salazar!